Imprimir conteúdo  imprimir   
Enviar página por email  enviar   

Santarém - Mesas postas no Festival Nacional de Gastronomia

Os sabores nacionais dão o mote ao Festival Nacional de Gastronomia. A edição 2011 decorre de 21 de Outubro a 6 de Novembro na capital ribatejana. O certame é ainda momento para aprofundar conhecimentos com o Dia do Arroz Carolino, para debater o sector hoteleiro e da restauração, no Dia da AHRESP. Há ainda mostra de artesanato e actuações musicais.

Café Portugal | quarta-feira, 19 de Outubro de 2011

«Conviver pela Gastronomia». É este o convite que o presidente da Entidade Regional de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo, Joaquim Rosa do Céu, lança ao país. O 31º Festival Nacional de Gastronomia apresenta-se com novidades. Em edições anteriores, cada dia é dedicado à gastronomia de uma zona do país. Este ano há dias temáticos, sendo dedicados aos produtos que caracterizam a região.

Na Casa do Campino, em Santarém, o certame tem inauguração a 21 de Outubro. No dia seguinte os sabores confeccionados giram em torno da caça, numa apresentação do Turismo de Lisboa e Vale do Tejo. Segue-se, a 23 de Outubro, o Turismo do Alentejo, com a gastronomia em torno do pão. No dia 27, os anfitriões serão o bacalhau e o leitão, promovidos pelo Turismo do Oeste. As carnes chegam do Porto e Norte e o peixe do Algarve.

Marcam também presença no certame gastronómico o cabritinho da serra, pelo Turismo do Douro, e o Borrego Bordalês da Serra da Estrela. A cozinha açoriana cruza o Atlântico e disponibiliza na capital ribatejana sabores das ilhas como morcela com ananás, cracas cozidas, salada de búzios, pudim de maracujá, entre outros pratos.

O Festival faz-se ainda com sabores oriundos de Espanha, nomeadamente da Galiza. A mesa de dia 29 de Outubro faz-se com tapas: mexilhões da Ria em escabeche, tortilha de queijo de Arzua, empada de cozido galego, entre outros.

Até 6 de Novembro, altura em que encerra o certame, haverá demonstrações culinárias, como é o caso dos dias 25 e 26 de Outubro. No primeiro dia diversos restaurantes confeccionam petiscos e sopas. A 26 confecciona-se, ao vivo, arroz de cabidela e caldeirada.

Entretanto, a 24 de Outubro, o programa assume um carácter de debate. A AHRESP (Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal) promove um seminário sobre «Vencer em Tempos de Crise na Hotelaria e Restauração». Um encontro onde se pretende partilhar experiências, cruzar informação e alertar para os perigos da actual situação financeira do país. Ainda na vertente lúdica, o dia 2 de Novembro é dedicado a um produto arreigado à nossa cozinha, o arroz carolino.

Um festival que, como habitualmente, não dispensa a animação musical a cargo de ranchos folclóricos e bandas.

O festival é organizado pela Entidade Regional de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo e a Câmara Municipal de Santarém.

 

  

palavras-chave
Açores açores acorescaminhada acorescaminhada agricultura agricultura aldeia aldeia aldeias aldeias aldeiasdemontanha aldeiasdemontanha alentejano alentejano alentejo alentejo Algarve algarve alqueva alqueva ambiente Ambiente apavt apavt arte arte artes tradicionais artes tradicionais artesanato artesanato associação associação Aveiro aveiro avieiros Avieiros azeite azeite bacalhau bacalhau barragem barragem barro barro barroso barroso beira beira beja beja blog blog Braga braga Bragança bragança btl btl caça caça campo maior campo maior candidatura candidatura cante cante casa Casa castelo castelo castro marim castro marim centro centro certificação certificação coimbra coimbra congresso congresso cortiça cortiça corval corval crise crise cultura cultura desenvolvimento desenvolvimento documentário documentário douro Douro economia economia entrudo entrudo epicur epicur ert ert espanha espanha estrela estrela estudo estudo etnografia etnografia évora évora fado Fado faial faial feira Feira feira mateus feira mateus fernando ruas fernando ruas Festa Festa festas do povo festas do povo festival festival figueiró dos vinhos Figueiró dos vinhos FITUR fitur fiturespanha2013 fiturespanha2013 fiturmadrid2014 fiturmadrid2014 flores flores floresta floresta fundão fundão gastronomia gastronomia grupo central grupo central guarda guarda guimarães guimarães história história hotelaria hotelaria humanidade Humanidade ilha ilha imaterial imaterial interior interior língua língua lisboa Lisboa livro Livro madeira madeira mar mar marvão marvão máscara máscara media media memoria memoria minho Minho miranda miranda miranda do douro miranda do douro moncorvo moncorvo monsaraz monsaraz montalegre montalegre montes montes mundo mundo museu museu música música nacional nacional natal natal natureza natureza norte norte óbidos óbidos oeste oeste ofícios ofícios olaria olaria pão Pão passeio passeio Património património pesca pesca pesqueira pesqueira pico pico ponte de lima ponte de lima Portalegre portalegre portel portel porto porto portugal portugal portugal a pé portugal a pé portuguesa portuguesa portugueses portugueses prémio prémio presunto presunto produtos produtos promoção promoção queijo queijo régua régua Ribatejo ribatejo rota Rota rural rural santarém santarém são são são joão da pesqueira são joão da pesqueira seia seia Serpa Serpa serra serra sustentabilidade sustentabilidade tejo tejo terceira terceira terra terra território território tomar Tomar tradição tradição tradicional tradicional tradições tradições trás trás trás-os-montes trás-os-montes turismo turismo unesco unesco vila vila vinho vinho vinhos vinhos viseu viseu window window
Comentários Comentários (0)
Não existem comentários
Newsletter 
Fique mais próximo do Café Portugal
nome:
email: